Paraíso MG H 419-1

ORIGEM

A cultivar Paraíso é resultante do cruzamento artificial realizado na Universidade Federal de Viçosa, UFV, entre a cultivar Catuaí Amarelo IAC 30 e a seleção de Híbrido de Timor UFV 445-46, proveniente do Centro de Investigação das Ferrugens do Cafeeiro, em Oeiras, Portugal. Este cruzamento, em geração F recebeu a designação de H 419, tendo sido 1 obtidas nove plantas que foram testadas para resistência à ferrugem. As gerações seguintes foram avaliadas na Fazenda Experimental de São Sebastião do Paraíso, da Epamig. A cultivar Paraíso MG H 419-1 é resultante da mistura de sementes de oito progênies.
 

CARACTERÍSTICAS

A cultivar Paraíso MG H 419-1 apresenta alto nível de resistência ao agente causal da ferrugem-do-cafeeiro. Com relação aos nematóides das galhas, em ensaios de avaliações realizados em quatro populações do nematóide, observaram-se cafeeiros resistentes e suscetíveis, indicando que essa cultivar segrega para essa característica.Os cafeeiros apresentam altura média de 1,95 m, aos 72 meses após o plantio no campo. Apresenta altura, diâmetro e volume da copa inferior ao da cultivar Catuaí Vermelho IAC 15. A produtividade, obtida em condições de lavoura, na Fazenda Experimental de São Sebastião do Paraíso, durante as quatro primeiras colheitas, foi superior à da cultivar Catuaí Vermelho IAC 99.
 
 

RECOMENDAÇÕES DE PLANTIO

Essa cultivar é indicada para as regiões cafeeiras do estado de Minas Gerais e de outros estados do Brasil, aptas para o cultivo da espécie Coffea arabica. Considerando o porte baixo dessa cultivar, ela pode ser recomendada para plantios com espaçamento de 2,0 a 3,5 metros entre fileiras e de 0,5 a 1,0 metro entre plantas na fileira. Representa também uma opção para a produção de café orgânico, em razão de serem resistentes à ferrugem-alaranjada-do-cafeeiro que é a principal doença da cultura. Seu porte baixo facilita a colheita manual e mecânica dos cafeeiros, além de possibilitar maior densidade de plantio.
 

FICHA TÉCNICA

PORTE Baixo
COPA Cônica, ligeiramente afilada
DIÂMETRO DA COPA Pequeno
COMPRIMENTO DE INTERNÓDIO Curto
RAMIFICAÇÃO SECUNDÁRIA Abundante
COR DAS FOLHAS JOVENS Verde
TAMANHO DA FOLHA Médio
COR DO FRUTO MADURO Amarela
FORMATO DO FRUTO Oblongo
TAMANHO DA SEMENTE Grande
FORMATO DA SEMENTE Curto e largo
CICLO DE MATURAÇÃO Médio
ONDULAÇÃO DA BORDA DA FOLHA Ondulada
RESISTÊNCIA À FERRUGEM Altamente resistente
RESISTÊNCIA A NEMATÓIDE Apresenta plantas resistentes e plantas suscetíveis a M. exigua
VIGOR Médio
QUALIDADE DA BEBIDA Boa
PRODUTIVIDADE Alta